PERGUNTAS MAIS COMUNS NA REMco SOBRE VSI

 

 

Na REMco, que está no mercado de britadores há mais de 40 anos, temos recebido regularmente de uma grande variedade de partes interessadas, questões comuns sobre britadores VSI, e apresentamos aqui algumas respostas.

 

Caso você tenha perguntas adicionais que gostaria de ver respondidas, contate a REMco.

 

O que é um britador VSI?
Um britador VSI é um impactador de eixo vertical. É uma máquina para britagem de minerais que usa velocidade e impacto para reduzir o tamanho de minerais que nele são alimentados, para um tamanho menor.

 

Existe mais de um tipo de VSI?
Sim, existem basicamente três tipos. Autógeno, semi-autógeno e padrão com peças temperadas. As unidades VSI autógenas usam um rotor revestido de rocha e uma câmara revestida com rocha; a semi-autógena usa um rotor revestido de rocha e a câmara de britagem com cutelos; um VSI padrão usa um impelidor rotativo com sapatas de desgaste de ferro e uma câmara com cutelos. No universo destas três máquinas básicas, a REMco oferece mais de 30 configurações padrão para atender as necessidades específicas do produto.

 

Comparados aos britadores cônicos, os VSIs tem operação mais onerosa?
Quando adequadamente aplicados e operados, os britadores VSI podem produzir materiais britados a um ou até mesmo menor custo de desgaste por ton líquida de produto se comparado a um britador cônico. Os britadores REMco VSI podem produzir materiais menores que 1/2" (13 mm) a custos menores que os britadores cônicos.

 

Podem os britadores VSI fazer os mesmos produtos que um britador cônico?
Sim! Os britadores VSI podem produzir os mesmos produtos que um britador cônico. A operação em circuito fechado é preferível quando o VSI é operado no 3° ou 4° estágio de uma aplicação. Um dos maiores benefícios de um VSI quando comparado a um britador cônico é a forma da partícula acabada, que é tipicamente mais cúbica e uniforme se comparada ao produto de um britador cônico. A graduação da descarga do REMco VSI é bem mais fina que a de um britador cônico, quando operando em circuito fechado.

 

A graduação do produto é afetada pelo desgaste das peças do rotor?
Não. A graduação do produto do VSI rock-on-rock REMco é afetada pela demanda de energia da carga alimentada, graduação de carga e velocidade do rotor. A graduação permanece constante com respeito á condição das peças de desgaste. Para máquinas com cutelos REMco ST/AR, o desgaste das peças de moagem tornará mais bruta a graduação da descarga.

 

Quão frequentemente o REMco VSI necessita de assistência técnica?
É recomendado que uma inspeção visual seja feita numa base regular diária. Os intervalos atuais de serviço serão determinados pela natureza da aplicação, abrasividade da rocha, e pelo conhecimento técnico do operador.

 

O REMco VSI é barulhento em operação?
O REMco VSI não é um britador barulhento. Níveis de som durante operação normal variam de 75dB a 85dB num ponto a 1 metro de distância da máquina. O revestimento de rocha dentro câmara é um isolante sonoro bastante eficiente. Normalmente, o motor elétrico e o maquinário periférico são mais ruidosos. Os níveis de ruído podem variar com a instalação.

 

O REMco VSI vibra quando em operação normal?
Se o rotor do REMco VSI está corretamente balanceado, a vibração é nula ou normalmente não existente. Entretanto, alguma vibração durante o processo de britagem é normal. Material alimentado mais grosseiro resulta em mais vibração observada. Material alimentado mais fino tende a resultar em operação de britagem mais suave. A pulsação do nível de vibração é normal, pois o rotor constrói e acumula peças de rocha de diferentes tamanhos.

 

É gerada muita poeira na operação do REMco VSI?
O REMco VSI está equipado com um sistema de recirculação de ar projetado para reduzir a pressão de ar formada dentro da máquina. Sob condições normais de operação, o ar que entra com o material alimentado é reciclado, reduzindo a emissão de poeira sob a máquina. Se o material alimentado é muito seco ou for desejada uma britagem extremamente fina, e aparece qualquer pó indesejável, sugere-se que um bocal de aspersão de água seja colocado na área de entrada da alimentação.

 

Pode um REMco VSI ser instalado numa estrutura rígida de suporte ou em uma existente?
Sim, os britadores REMco VSI podem ser instalados em uma  ampla variedade de sistemas de suporte. Os isoladores de vibração protegem da maioria das cargas vibracionais não somente o britador, mas também tudo que está nele montado. Muitos estão instalados nos pés de antigos britadores existentes, em construção fabricada ou sobre concreto. A REMco oferece a baixo custo um kit de instalação ou chapa adaptadora, se requerido.

 

Qual tamanho de material alimentado o REMco VSI pode aceitar?
As unidades dos maiores modelos do REMco (séries 5080 e 9150) podem aceitar tamanhos de material alimentado de até 4" / 100 mm. As unidades de tamanho médio (series 2040 e 4060) podem aceitar tamanhos de material alimentado de 3" / 75 mm e as máquinas menores, abaixo da série 2040 estão limitadas a 2" / 50 mm ou menores.

 

Pode um REMco VSI ser usado para incrementar a forma do produto?
Todos os REMco VSI fornecem os materiais britados com excelente formatação. Em algumas aplicações, operando a máquina em baixa velocidade, uma ação de esfregamento a seco pode ser conseguida para remover pequenas partículas indesejáveis, e também para conformar material angular agudo produzido por britadores a compressão.

 

Volta ao topo

 

Perguntas sobre câmara de britagem tipo cutelo

 

O que é?
Uma câmara de britagem tipo cutelo consiste de 15 a 20 blocos de ferro cromo posicionados ao longo da circunferência da máquina contra os quais o rotor arremessa a rocha a ser britada.

 

O que ela faz?
Estes cutelos são posicionados em ângulo para maximizar o impacto perpendicular da rocha que sai do rotor. Quando a rocha se choca com a superfície do cutelo, ocorre o rompimento da partícula.

 

Os cutelos se desgastam?
Sim, os cutelos se desgastarão. A taxa de desgaste é medida em horas, dias, semanas ou tons produzidas e dependerá de uma série de fatores. Eles são:

A. A tonelagem que alimenta o britador. Quanto maior a tonelagem, mais rápido será o desgaste.
B. O maior tamanho de partícula que alimenta o britador. Quanto mais grosseiro o material alimentado, mais rápido será o desgaste.
C. A velocidade do rotor. Quanto mais rápido gira o rotor, gerando uma maior velocidade da partícula, o resultado será um mais rápido desgaste dos cutelos.
D. O percentual total de teor de abrasivos na rocha. (SiO2 Silica; AL203 Alumina; e Fe Iron).
E. A água no material alimentado. Quanto maior o teor de água (H2O), maior será a taxa de desgaste.

 

Quando deve uma câmara de cutelo ser usada?
O uso de cutelos é comum e tem tido muito sucesso na britagem de material com baixo e médio teores de abrasivo. Ela é geralmente aceita quando o material sendo britado contém menos que 15% de abrasivos no total, os cutelos fornecerão uma britagem superior, a um custo aceitável das peças por ton. Quanto menor o teor de abrasivos, maior será a vida útil das peças de desgaste.

 

Os cutelos também são úteis para minimizar o sobre tamanho produzido por um britador e minimizar a quantidade de cargas de reciclagem. Os cutelos produzirão um material agudo de forma menos cúbica que nas câmaras rock-on-rock, mas a forma do produto será mais cúbica quando se compara com um produto de britadores a compressão, tais como com mordentes, giratório e de cone.

 

Uma câmara cutelo-rocha num britador VSI, dependendo do tipo de rocha a ser britado, pode produzir menos microfinos no produto, em comparação com uma câmara tipo rock-on-rock. Isto se aplica a materiais menores que 200 mesh, 0,075 microns.

Quando uma câmara com cutelos não deve ser usada?
Uma câmara com cutelos não deve ser usada se o material a ser britado é sabido ter mais de 15% de teor de abrasivos, conforme observado acima. Material de alimentação extremamente úmido não deve ser aplicado a uma câmara de britagem tipo cutelo. Com pedras sólidas, duras, quando as relações de redução excederem a 4:1 do material a ser britado em relação ao produto final, o uso de cutelos deve ser cuidadosamente avaliado quanto ás taxas de custo e produção.

 

Na alimentação de materiais finos, menores que 1/2” (12 mm), para produzir areia, extremo cuidado deve ser tomado para que o tamanho do britador seja adequado ao requerido pelo material alimentado e taxa de produção. A subalimentação de um VSI tipo cutelo pode resultar em piora do padrão de desgaste e custos de britagem maiores.

 

Quais as considerações típicas de custo entre uma câmara cutelo e a câmara rock-on-rock?

 
  • Um britador REMco provido de câmara cutelo com alimentação de terciário menor que 3” produzirá tipicamente um produto menor que 3/4” (20mm) por 25 a 40 cents por ton de custo de desgaste.
  Dependendo da natureza da rocha sendo britada, uma câmara cutelo deverá ser trocada entre uma vez por semana a uma vez por ano.
  Uma câmara cutelo irá requerer inspeções mais frequentes e tem um custo mais elevado de mão de obra para assistência técnica.
  A graduação da descarga de um britador com câmara de britagem tipo cutelo irá variar durante a vida útil dos cutelos. A eficiência da britagem será reduzida á medida que o desgaste aumenta, produzindo um produto mais bruto.
  Um britador REMco com uma câmara rock-on-rock e alimentação de terciário menor que 3” produzirá tipicamente um produto menor que 3/4” (20mm) por 5 a 10 cents por ton de custo de desgaste
  Dependendo da natureza da rocha sendo britada, o inserto da câmara rock-on-rock pode ter de ser trocado uma vez ao ano ou a cada cinco anos.
 
  • A câmara rock-on-rock requererá inspeções não frequentes e terá pouco ou nenhum custo com assistência técnica.
  A graduação da descarga de um britador com câmara de britagem rock-on-rock permanecerá constante durante o tempo em que a taxa de alimentação e a velocidade do rotor forem mantidas. A eficiência da britagem permanecerá constante.

 

Podem britadores REMco com câmaras cutelo ser convertidos para usar câmaras rock-on-rock?
Sim, todos os britadores REMco designados como modelos ST/AR podem ser rapidamente convertidos no campo de câmara cutelo para a designação câmara rock-on-rock, ST. O que é necessário é a remoção dos cutelos e do anel suporte do cutelo, a câmara limpa de rocha aderida e a instalação de um inserto de câmara rock que é aparafusado em posição. A velocidade do rotor ou o tipo de rotor podem ter de ser alterados, dependendo da tarefa de britagem requerida.

Volta ao topo

 

Perguntas sobre câmara de britagem rock-on-rock

 

O que é?
A câmara de britagem rock-on-rock, algumas vezes referenciada como câmara autógena, é um anel circular com bolsas, enchidas com rocha, posicionadas no britador em torno de toda a circunferência interior da máquina, numa posição diretamente oposta ao rotor. O anel é revestido e envolvido com o material que está sendo alimentado na máquina e através do rotor.  As câmaras rock-on-rock da REMco são projetadas como um inserto e podem ser rapidamente trocadas ou substituídas no campo.

 

O que ela faz?
A câmara de britagem rock-on-rock elimina o uso de ferros de desgaste, pois recebe o impacto da rocha em alta velocidade saindo do rotor. Isto fornece um leito compacto revestido de rocha de material no qual a britagem pode ocorrer. Devido ao uso de uma câmara revestida de rocha, o custo da britagem é significantemente reduzido por causa da eliminação do ferro de desgaste. 

 

A câmara de britagem se desgastará?
A câmara de britagem rock-on-rock normalmente não apresenta desgaste significante quando o britador é alimentado com o material correto a uma taxa contínua. A taxa de alimentação deve ser tal que consuma pelo menos 60% da potência de acionamento do britador. Com o britador adequadamente alimentado e com inspeções regulares, a câmara rock-on-rock pode ter a vida útil do britador, sem necessidade de assistência técnica ou substituições.

 

Se a câmara de britagem rock-on-rock é alimentada com material muito seco, uma taxa de alimentação muito baixa ou somente com pedras brutas, o revestimento de rocha da câmara pode ser arrastado e não se depositar adequadamente. Isto provocará danos e erosão dos reforços da câmara rock-on-rock. Inversamente, alimentação muito úmida ou material viscoso podem também provocar o desgaste do inserto da câmara rock-onrock.

 

Quando a câmara rock-on-rock deve ser usada?
Câmaras de britagem rock-on-rock são mais eficientes no manuseio de materiais abrasivos. Elas também podem ser usadas para a produção de areia e outros produtos finos. Câmaras rock-on-rock estão disponíveis para britadores REMco numa variedade de configurações afim de atender as necessidades especificas da aplicação.

 

Quão diferentes são as câmaras de britagem RockMax e SandMax?
Todos os britadores REMco são conversíveis no campo para atender a qualquer das três necessidades básicas dos modelos, SandMax, RockMax e ST/AR. As câmaras rock-on-rock RockMax e SandMax diferem em que as câmaras RockMax são mais abertas e fornecem uma reduzida densidade de material bruto, tipicamente alimentado nos britadores RockMax. As câmaras rock-on-rock SandMax são mais fechadas e formam uma nuvem compacta de partículas dentro do britador. Isto possibilita uma maior concentração da energia de esmagamento, produzindo uma descarga mais fina.

 

Volta ao topo